Impactos da ausência de feedback

Se a sua organização não possui a cultura do feedback, é preciso que seja realizado um processo de conscientização sobre a importância dele.
_faltadefeedbac
Diferenças entre Bonificação e Gratificação Tudo o que Você Precisa Saber

Navegue pelos tópicos:

Navegue pelos tópicos:

Se a sua organização não possui a cultura do feedback, então, é preciso que seja realizado um processo de conscientização sobre a importância, leia abaixo os impactos da ausência de feedback pode causar na sua empresa.

A ausência do feedback traz muitos impactos negativos para a organização e diminui as chances de ascensão dos colaboradores. Os impactos da ausência do feedback podem resultar em uma equipe desmotivada e desinformada sobre seu desempenho. Por isso, neste artigo serão apresentados os erros mais comuns ao se dar um feedback e os impactos da ausência do feedback que isto pode trazer para o sucesso da organização.

Erros mais comuns no feedback

O pior erro é não dar feedback, mas também é comum só se dar feedback negativo ou só dar o positivo quando precisa dar feedback corretivo, além de acabar sendo emotivo ou pessoal. Não se esqueça de deixar um espaço para ocorrerem as melhorias propostas e desta forma avaliar o resultado do feedback.

Efeito Halo no feedback

Tendência a considerar todos os aspectos da avaliação baseado numa ideia inicial sobre o avaliado. Essa ideia pode ser positiva ou negativa.

Efeito sequencial no feedback

Tendência a avaliar um item de maneira similar ao item anterior.

Efeito similaridade no feedback

Tendência a avaliar positivamente aspectos ou temas que você gosta ou domina. As vezes pode ir ao outro extremo, impactando muito negativamente os itens de domínio.

Efeito última semana no feedback

Tendência a considerar na avaliação somente os acontecimentos recentes relacionados ao avaliado.

Impactos da ausência de feedback

Os efeitos da ausência de feedback podem ser observados nestes pontos:

  • Impacta na produtividade.
  • Causa desmotivação.
  • Compromete a lealdade do funcionário em relação à liderança.
  • Aumenta o risco de perda de talentos.
  • Gera comportamentos inadequados.

É possível perceber que o impacto na ausência de feedback quando o desempenho é baixo, há dificuldade de relacionamento e pouca iniciativa.

Reações comuns ao feedback

Negação do feedback

  • “Não, isto não é verdade.”
  • “Eu não fiz isso!”

Indiferença ao feedback

  • “Isto não me afeta nem um pouco…”
  • “Entrou por um ouvido e saiu pelo outro”

Raiva do feedback

  • “Como podem pensar isto de mim?”
  • “Quem é ele para me julgar?”

Aceitação e reflexão sobre o feedback

  • “É, realmente já me disseram isso”

Evidências do progresso do feedback

Aqui estão algumas evidências para você saber se está indo no caminho certo durante o feedback.

Evidências positivas do feedback

  • A pessoa está ouvindo cuidadosamente.
  • A pessoa agradece.
  • A pessoa concorda e até contribui com o feedback.

Evidências negativas do feedback

  • A pessoa se justifica ou fica argumentando.
  • A pessoa nega ou ignora o feedback.
  • A pessoa esquece rapidamente o que foi falado.

Como o Join RH pode ajudá-lo com este processo?

O sistema Join RH ajudará você a criar o hábito de dar feedbacks, pois ele o alertará de longos períodos sem feedback e ajudará você a manter um controle centralizado destas ações, permitindo que sejam compartilhadas com seus superiores e sucessores. Além de tudo isto, quem está recebendo o feedback também terá a informação de fácil acesso, permitindo a ele também registrar sua opinião.

Um software especializado ajuda a incorporar a ação de feedback na cultura da empresa e dá a área de recursos humanos o controle deste processo.

Clique aqui se você quer saber mais sobre a ferramenta de feedback contínuo do Join RH.

Como você dá feedback?

A maneira como você dá feedback está intimamente relacionada à receptividade e à eficácia dele.

Primeiro, o feedback pode ser formal quando ocorre em um processo pontual e agendado. Por outro lado, ele pode ser informal quando acontece continuamente no dia a dia.

Além disso, você deve dar um feedback positivo quando deseja a repetição de um comportamento. Esse tipo de feedback pode ter efeitos curativos e ajudar a pessoa a superar obstáculos em sua vida.

Quando você deseja uma mudança de comportamento, dê um feedback corretivo. Nesse caso, você sinaliza um determinado caminho a seguir com base em normas, regras e contexto. A ausência do feedback corretivo pode levar à persistência de comportamentos inadequados, prejudicando o desempenho e o ambiente de trabalho.

Contudo, tenha cuidado com os feedbacks insignificantes, ou seja, aqueles que são vagos, sem propósito e que geram uma resposta mínima e nenhum impacto. Por exemplo: “É isso aí!”, “Muito bem!”, “Meus parabéns!”. A ausência de feedback significativo é grave, pois deixa os colaboradores sem orientação clara sobre suas ações e desempenho.

Finalmente, evite dar um feedback ofensivo, onde você ridiculariza, menospreza, é agressivo ou diminui o receptor. Atenção! Esse tipo de feedback pode causar danos à personalidade e à autoestima das pessoas.

Como você recebe um feedback?

Primeiro, ouça atentamente. Depois, você terá sua chance de falar, então, aguarde!

Demonstre interesse no que é dito e seja receptivo, mesmo que não concorde no momento. Seja agradável, reflita e tire conclusões posteriormente.

Embora discordar seja permitido, mantenha a mente aberta e procure entender as razões da pessoa que está falando.

Dê seu ponto de vista, permitindo que o emissor também entenda o que levou você a agir ou apresentar certo comportamento.

Evite pensamentos paralelos e não construa justificativas como se devesse responder a cada ponto apresentado.

Se precisar, peça tempo para entender a situação e dê exemplos para clarificar. Solicite que fique claro o que é esperado para o futuro. Não presuma algo que você não entendeu.

Não hesite em pedir desculpas em caso de erros, como sinal de respeito.

Por fim, lembre-se de que você pode aprender com o que está ouvindo. Veja esta como uma oportunidade de desenvolvimento pessoal e profissional.

Conclusão

Um bom líder sempre dá feedback porque é por meio dele que ele ajudará sua equipe a se desenvolver. Só que esta é uma das tarefas mais difíceis porque não temos o costume de enxergá-lo como uma tarefa crítica.

Ao melhorar a forma como você dá feedback, você aumentará as chances de ascensão na carreira da sua equipe, pois essa é a oportunidade para identificar os pontos fortes e os que precisam ser melhorados.

Todo o conteúdo desta página está organizado em um e-book gratuito, com mais definições e exemplos.

Momento de reflexão sobre feedbacks

  • Quantos feedbacks você deu este ano?
  • Quantos feedbacks você recebeu este ano?
  • Qual foi o feedback que mais contribuiu para o seu desenvolvimento?
plugins premium WordPress