Sobre a RIP

Fundada em 1986, a RIP fornece serviços integrados especializados para diversos segmentos industriais, entre eles, Revestimentos Refratários, Isolamento Térmico, Proteção Anticorrosiva, Proteção Passiva, Acessos, Manutenção Eletromecânica, Manutenção Civil, Facilites, Operação e Manutenção em Ativos de Energia, além de serviços Offshore, como manutenções, acabamento de interiores, operação de guindastes e movimentação de cargas. Tem presença nacional, com atuação ampla e personalizada.

Conheça a RIP em www.ripbr.com.br

Avaliação de Desempenho

O ANTES

Antes da chegada do Join RH, em 2017, a RIP aplicava de forma manual, um único tipo de avaliação de desempenho. O foco era um público pequeno, formado pela liderança da empresa.

A empresa RIP desejava aumentar o seu controle e buscava uma solução que permitisse independência e integração entre as operações estratégicas de gestão de pessoas. O desafio era ter uma solução que suportasse a automatização dos processos.

O DEPOIS

Desde 2018, a RIP conta com a parceria da Linked RH, que possibilitou a expansão da aplicação da avaliação de desempenho com o sistema Join RH. Hoje, o processo é realizado para toda a mão de obra indireta, composta entre 1.300 e 1.500 colaboradores.

Além da avaliação de desempenho, a RIP aplica uma avaliação específica para o programa trainee.

O Join RH ainda permitiu o desenvolvimento da cultura de feedback na organização, com o intuito de aprimorar ainda mais a relação entre o gestor e o colaborador e difundir a prática de reflexões e mudanças de comportamento.

Resultados

A RIP transformou a subjetividade dos processos e hoje tanto o RH como os gestores tomam decisões com as informações geradas pelo Join RH.

Foi implementado o 9 Box, criaram-se regras para os quadrantes, o que permitiu um mapeamento automático com base nos resultados da avaliação de desempenho e competências. Com o enquadramento realizado após a avaliação de desempenho, a RIP adotou a reunião de calibragem, com o intuito de verificar como o colaborador foi avaliado e ter a possibilidade de reposicioná-lo quando necessário. Para essa reunião, a RIP utiliza a funcionalidade do Join RH, que disponibiliza após a discussão dos resultados, o cenário do antes e depois para efeitos de comparação.

Foi possível também reconhecer os Top Talents com a ferramenta do 9 Box e idealizar o Programa Nova Geração, que tem como objetivo desenvolver os potenciais da RIP.

Identificação dos colaboradores com baixo desempenho, ou seja, com gaps que precisam ser trabalhados. Nesse caso, desenvolve-se o PDI (Plano de Desenvolvimento Individual), para que após 6 meses, o gestor possa reavaliar o colaborador e ter um direcionamento mais assertivo das necessidades deles.

A avaliação de desempenho na RIP também é fonte de informações para os processos de movimentação de pessoal. Dessa forma, a RIP utiliza os resultados do processo para decisões como promoções e plano de carreira do colaborador.

O plano de sucessão é desenvolvido sob o pilar da avaliação e serve para nortear a liderança e o RH sobre os possíveis colaboradores aptos a assumirem posições estratégicas na organização.

O feedback se tornou um momento oportuno para que a liderança pudesse realizar alinhamentos com os seus colaboradores e rever mudanças de planos e novos projetos.

MAPA DE CARREIRA

O mapa de carreira é uma forma de visualização da trajetória de carreira convencional do colaborador, que visa analisar o estágio de desenvolvimento em que colaborador se encontra frente as possibilidades de progressão. É realizado o cruzamento da avaliação de competências com o mapa e disponibilizado o percentual de adequação do colaborador em cada estágio (cargo) de sua trajetória.

PROCESSO SISTEMATIZADO

 

Havia uma solicitação por parte dos gestores e colaboradores da empresa RIP sobre a possibilidade de visualização das oportunidades de carreira. Os questionamentos eram constantes: “O que preciso fazer para melhorar?”, “Como posso enxergar os meus próximos passos?”. Assim, a área de Recursos Humanos optou por implantar o Mapa de carreira do Join RH, tendo em vista que a funcionalidade permitiria identificar o estágio atingido e esperado dos colaboradores, por meio da aplicação de uma avaliação das competências.

Para iniciarem o projeto, o RH contou com a parceria dos gestores, um trabalho desenvolvido a quatro mãos. Os gestores ficaram responsáveis pela revisão da descrição de cargos de suas respectivas áreas e a definição de 4 a 5 competências técnicas e comportamentais por cargo. No desenvolvimento dessa etapa de definição das competências, eles contaram com o apoio dos e-books disponibilizados pela Linked RH através do site: https://joinrh.com.br/materiais-gestao-pessoas-rh/.

O escopo inicial do projeto abrangeu todos os cargos administrativos do corporativo e posteriormente foi se estendendo para outras áreas da empresa. Determinou-se que pelo mapa de carreira, o colaborador deveria atingir no mínimo 80% do estágio esperado para estar apto a assumir uma nova posição. Essa clareza foi muito importante para a gestão do RH, uma vez que foi possível sinalizar para os gestores quando o colaborador não está pronto.

O gestor ganhou autonomia com a ferramenta e pode utilizá-la como referência na construção do PDI (plano de desenvolvimento individual). Os gaps identificados no mapa de carreira em relação ao próximo estágio do colaborador na trajetória de carreira podem ser acompanhados e gerenciados pelos gestores, com o intuito de desenvolver as competências e tornar o colaborador qualificado às novas oportunidades.

A funcionalidade foi uma grande aliada para os gestores em conversas de carreira com os seus colaboradores. Trouxe clareza, nitidez, formas de estruturar o processo de promoção e apoio nas decisões internas.

O RH da RIP entende e valoriza a participação efetiva dos gestores e colaboradores nos processos e os colocam como seus clientes. Com a parceria com a Linked RH, é possível tornar essa experiência mais agradável para eles, além de oferecer uma ferramenta aderente as melhores práticas em gestão de pessoas.

A implantação do mapa de carreira ainda permitiu amenizar questionamentos, e sair da subjetividade, porque entende-se que há uma estrutura que foi mapeada para trazer a transparência que a RIP almejava para o seu projeto de carreira. A próxima etapa é ter este mapa como apoio para o plano de sucessão.

Relacionamento com a Linked RH

Desde 2018, a área de Recursos Humanos ganhou mais autonomia na gestão de pessoas e se tornou independente no acesso às informações dos colaboradores.

A Linked RH se manteve próxima, acompanhando as demandas e oferecendo soluções para tornar a gestão de pessoas mais automatizada e assertiva.

Image

Este caso de sucesso também foi publicado no BlogRH, confira:

Acessar BlogRH